quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

A visão do artista



Trata-se de uma mesma paisagem retratada em momentos distintos da vida do grande impressionista Claude Monet. A primeira em 1889 e a segunda em 1924.
A ponte chinesa era paisagem comum do jardim de sua casa em Giverny arredores da capital francesa.
Alguns estudiosos das obras de Monet reportam a evolução da catarata (agindo como um filtro amarelo) como a responsável pela perda das matizes azuis e esverdeadas de suas telas e acentuação dos tons avermelhados.


A catarata caracteriza-se pela opacificação do cristalino e consequente baixa acuidade visual indolor e progressiva como na catarata senil. Entretanto inumeros outros fatores estão associados a incidência de catarata em recem nascidos e crianças (infecção intrauterina, erros inatos do metabolismo, disgenesias e trauma) ou em indivíduos jovens (trauma, diabetes, medicações). E a cirurgia de catarata teve grandes avanços ao longo de sua breve história.


Por outro lado o glaucoma representa uma importante causa de cegueira prevenvivel em todo mundo. Caracteriza-se como uma neuropatia óptica que em sua forma mais comum o glaucoma crônico por perda progressiva, assintomática e irreversível da visão.


Em suas diversas outras formas pode apresentar-se ao nascimento como uma consequencia da disgenesia do trabeculado, em individuos jovens em consequência de trauma, uso de corticóide ou infecção intra-ocular, em formas de difícil controle como o glaucoma neovascular em indivíduos com aterações isquêmicas da retina como os pacientes diabéticos entre outros.

Aula catarata e glaucoma: download

Nenhum comentário:

Postar um comentário